Cancro da Mama

Informações sobre o cancro da mama.

Visão geral sobre o cancro

A consciencialização das pessoas sobre os factores ambientais potencialmente nocivos é muito significativa na prevenção do cancro. Sol forte, fumo de tabaco, álcool em excesso, radiação nuclear e exposição a substâncias como o amianto, o crómio, o níquel e o cloreto de polivinilo são factores sobre os quais determinadas pessoas, a sociedade em geral, exercem um certo grau de controlo.

<p>O conhecimento da doença é igualmente importante. O auto-exame dos seios e dos testículos e procedimentos de controlo, como o teste do esfregaço do colo do útero (Papanicolau) e a mamografia, são essenciais para a detecção de cancros em evolução enquanto estes forem suficientemente pequenos para permitir a cura. Por outro lado, toda a gente deve ter conhecimento dos sintomas iniciais que indicam o cancro.</p>  <img src="http://www.cancrodamama.com/assets/2011/06/grafico_1.jpg" alt="" title="grafico_1" width="572" height="336" class="alignnone size-full wp-image-108" />

As perspectivas para certos tipos de cancro melhoraram muito nos últimos trinta anos. Por exemplo, no princípio da década de 60, apenas 4% das crianças com leucemia linfoblástica aguda sobreviviam cinco anos. Das que foram diagnosticadas com leucemia linfoblástica aguda nos primeiros anos da década de 1980, 68% sobreviveram cinco anos e ficaram virtualmente curadas. Nalguns centros de tratamento de cancro, 75% dessas crianças sobreviveram cinco anos, tendo os tratamentos com fármacos, radioterapia e transplantes de medula contribuído em conjunto para uma tal melhoria.

<p>O tratamento da doença de Hodgkin e do cancro do testículo tem conhecido êxito idêntico, e hoje as pessoas com essas doenças podem ficar completamente curadas. Mantém-se em curso o estudo de novas terapias para outras formas de cancro, como a leucemia mielóide crónica.</p>